domingo, 2 de março de 2008

(Obs.: Essa história foi contada por: Ronan Rangel)
Esta história realmente aconteceu. Mais uma vez nós íamos para a fazenda do pai do meu tio. Um lugar lindo de dia, mas assustador a noite, por causa das árvores, que pareciam comer a casa. Sempre fazíamos brincadeiras de assustar, eu e meus primos, só para colocar medo. Um certo dia, estávamos vendo um filme na televisão, se me recordo bem eram duas horas da manhã, quando ouvimos passos do lado de fora da casa. Ficamos quietos em silêncio e abaixamos um pouco o som da televisão. Eram realmente passos, só que soavam estranho, como se tivessem eco (lembro perfeitamente). Minhas primas faziam gestos para que nós subissemos a escada. Quando menos esperamos, os passos se aproximaram, junto com risadas de crianças (não havia crianças lá, só meus primos), até hoje sonho com os risos estridentes e demoniacos. De repente, um baque na porta. Estávamos estarrecidos, quando alguma coisa começou a arranhar a porta, fazendo um som como o de um porco, realmente foi assustador, não parava, era seguido, tenebroso. Era a gota d´água, levantamos do sofá ao mesmo tempo e saímos correndo escada a cima. Estávamos abobalhados. Esta noite ninguém dormiu, ficamos acordados só com uma lanterna acesa no nosso quarto. O que seria aquilo? A partir desse dia, nunca mais duvidei, de assombrações, fantasmas e outras coisas mais.

Nenhum comentário: